|Montemor-o-Novo

Oficina da Criança de Montemor-o-Novo faz 40 anos

O Centro de Animação Socioeducativo, mais conhecido por Oficina da Criança, foi criado a 8 de Janeiro de 1981 com o objectivo de valorizar o tempo livre dos mais novos. 

Créditos / Câmara Municipal de Montemor-o-Novo

«Com respeito na origem de sua formação assente na liberdade de Abril, na liberdade de escolha, de expressão e de intervenção, na criatividade, na autonomia, na valorização do ser, na capacitação no uso de ferramentas sociais, culturais e artísticas», a Câmara de Montemor-o-Novo propõe, nos 40 anos da Oficina da Criança, criada por iniciativa do Município, uma reflexão acerca de um projecto centrado «num investimento total na criança». 

Reflectir sobre o passado, mas também sobre «as visões do futuro» deste espaço partilhado com as escolas, «respeitando a evolução de uma comunidade e a sua adaptação ao seu desenvolvimento».

«Conscientes da extrema relevância do trabalho de projectos que preenchem os dias da Oficina da Criança, vamos continuar a desafiar a partilha de práticas e metodologias, com forte ligação à escola e à comunidade, para fortalecer a urgência de uniformizar esta prática como estratégia de chegar ao conhecimento e de consolidar saberes», lê-se na nota.

E são vários os ateliers através dos quais os mais novos podem desenvolver os seus pequenos grandes projectos, desde a pintura, olaria, construção de carros ou barcos, até à culinária, entre muitas outras actividades, sem esquecer a aprendizagem dos valores da solidariedade, da tolerância e da compreensão entre os povos, e também da participação democrática.

De acordo com o Município alentejano, os «testemunhos vivos» destas experiências e interacções num espaço «crítico e construtivo», ao longo de 40 anos, «circulam pelo País na forma de homens e de mulheres, que realizaram os seus projectos num formato pessoal, num oficio, numa actividade cultural ou educativa».

Tópico