|IC1

Marcha lenta alerta para degradação do IC1

O Movimento de Utentes dos Serviços Públicos (MUSP) do Algarve e a Comissão de Utentes do IC1 realizam uma marcha lenta no dia 2 de Junho, entre Messines e Albufeira, contra o mau estado da via. 

Créditos / Algarve Primeiro

O protesto agendado para o próximo sábado, a partir das 15h, visa chamar a atenção para as más condições de circulação em que se encontra actualmente este troço do Itinerário Complementar (IC) 1. 

Num comunicado, o MUSP Algarve frisa que a degradação «desta importante via de circulação [...] coloca em risco pessoas e bens», e que as populações afectadas «não serão, ainda que pelo silêncio, cúmplices de mais uma situação que deve ser resolvida».

O movimento denuncia ainda que, «num ano em que tanto se fala de objectivos do défice e do seu cumprimento, não podemos ignorar que os objectivos alcançados têm-no sido à custa do investimento nas infra-estruturas e serviços públicos».

Os utentes alertam para a importância do troço entre São Bartolomeu de Messines e Albufeira, que até à conclusão da A2 foi a principal ligação do Norte ao Algarve, sublinhando que «a sua elevada utilização» aumenta consideravelmente na época alta.

Tópico