|Vila Franca de Xira

CP fecha bilheteiras em Alhandra seis dias por semana

Depois da Caixa Geral de Depósitos, a CP é a segunda empresa pública em poucos dias a abandonar a vila de Alhandra (Vila Franca de Xira). Bilheteiras da estação passaram a abrir só um dia por semana.

Créditos / União das Freguesias de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz

A CP encerrou esta segunda-feira as bilheteiras e a sala de espera da estação ferroviária de Alhandra, no concelho de Vila Franca de Xira, que passam a abrir apenas à sexta-feira e só até às 15h15. Os utentes passam a ter unicamente à sua disposição as máquinas automáticas durante seis dias por semana.

O fecho, que foi anunciado na última semana, surge apenas duas semanas após o encerramento da agência da Caixa Geral de Depósitos na vila, a 28 de Junho.

A Junta de Freguesia (CDU), que participou activamente nos protestos contra a saída do banco público de Alhandra, já enviou uma carta à administração da CP manifestando «a total oposição ao encerramento ou redução do horário de funcionamento das bilheteiras da estação, porque se trata de um serviço indispensável à população. Esta estação necessita de um serviço presencial de atendimento nas bilheteiras. São muitas as pessoas que a utilizam, muitas das quais idosas, que não sabem utilizar os meios automáticos», explicou Rodolfo Correia, secretário do executivo autárquico, em declarações ao Mirante.

Em comunicado, o PCP também já veio denunciar a situação, afirmando que o «PS decidiu desmantelar a vila de Alhandra e as localidades em seu redor. Tem de ser travado».

Tópico