|SNS

Alcanena reclama mais médicos

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Alcanena entregou na Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) um abaixo-assinado com cerca de 4000 assinaturas.

Médicos defendem a diminuição de utentes por médico de família
Créditos / CelosOnline

O abaixo-assinado, entregue na sede da ARSLVT, em Lisboa, expressa as reivindicações da população de Alcanena, no distrito de Santarém, pela melhoria dos serviços de saúde, nomeadamente em relação à reposição dos médicos de família em falta e à reabertura das extensões de saúde nas freguesias, que se encontram encerradas.

No passado dia 24 de Junho, a população de Alcanena já tinha realizado uma concentração popular, em protesto contra a degradação da prestação de cuidados de saúde no concelho e a falta de médicos.

Entretanto, a Comissão de Utentes considera insuficientes as medidas anunciadas pelo Ministério da Saúde, que consagram duas vagas médicas para Alcanena, chamando a atenção para a falta de sete médicos no quadro e para a possibilidade deste número vir a aumentar.

Tópico