|Síria

Exército sírio envia tropas de elite para a linha da frente em Idlib

As tropas da 25.ª Divisão reforçaram as posições do Exército Árabe Sírio (EAS) na linha da frente na província de Idlib e, este domingo, já realizaram operações contra os grupos terroristas.

Soldado sírio após a libertação de Alepo, no final de 2016, após mais de quatro anos de ocupação por forças terroristas
Soldado sírio após a libertação de Alepo, no final de 2016, após mais de quatro anos de ocupação por forças terroristasCréditos

As posições do EAS foram reforçadas com tropas da 25.ª Divisão (a tropa de elite, antigas Forças Tigre) e com armamento pesado, depois de as autoridades sírias terem obtido informações sobre preparativos dos grupos jihadistas para um ataque com centenas de suicidas no Sul de Idlib, disse um oficial de operações ao diário Al-Watan, citado pela Prensa Latina.

Por seu lado, o portal Al-Masdar News indica que, ontem, estas forças lançaram ataques de artilharia e com mísseis contra as posições dos terroristas ao longo da linha da frente no Jabal al-Zawiya, incluindo as aldeias de al-Baraa e de al-Fatirah.

A mesma fonte revela que a operação no Monte al-Zawiya, que também envolve as Forças de Defesa Nacional e outras unidades do EAS, infligiu duros golpes aos grupos terroristas.

Aviões militares de reconhecimento russos e sírios foram vistos pelo repórter da Al-Masdar News sobre as posições dos jihadistas, pelo que devem ter fornecido informações às tropas no terreno.

Na sequência de uma grande ofensiva militar no início deste ano, em que o EAS e seus aliados conseguiram libertar dos terroristas mais de metade da província de Idlib, a Rússia e a Turquia chegaram a um acordo de cesar-fogo no dia 6 de Março, mas este foi repetidamente violado pelos grupos jihadistas, que atacaram reiteradamente as posições dos militares sírios e russos, e levaram a cabo provocações armadas contra as patrulhas ao longo da auto-estrada M-4.

Para a Al-Masdar News, ainda não é claro o plano de acção da 25.ª Divisão nesta ofensiva: avançar a partir do Sul de Idlib ou subir pela Planície do Ghab até Jisr Al-Shughour.

Em todo o caso – lembra a Al Manar –, quando as forças de elite do EAS aparecem num determinado local, isso é sinal de ofensiva em larga escala, e é a primeira vez que se deslocam para Jabal al-Zawiya desde o acordo de Março.

Tópico