|cinema

«Vitalina Varela» é o novo candidato português aos Óscares

A obra Vitalina Varela, do realizador Pedro Costa, é o novo candidato português à nomeação para o Óscar de Melhor Filme Internacional, anunciou a Academia Portuguesa de Cinema (APC).

Fotograma de «Vitalina Varela»
Fotograma de «Vitalina Varela»Créditos / Film Festival Cologne

«Após a exclusão de Listen, comunicada na passada sexta-feira, dia 18, procedeu-se a uma segunda votação entre os membros da Academia Portuguesa de Cinema, no sentido de garantir nova oportunidade de voto a todos os que haviam seleccionado o filme na primeira votação, assegurando a maior representatividade possível na escolha do candidato de Portugal», indicou a APC em comunicado.

Na semana passada, a Academia de Cinema dos Estados Unidos rejeitou a candidatura portuguesa do filme Listen, de Ana Rocha de Sousa, à nomeação para Melhor Filme Internacional, levando a APC a abrir novo processo de selecção.

A APC realçou que «o factor de exclusão se prende com um dos critérios de elegibilidade que obriga a que pelo menos 50% do filme candidato seja falado em língua não-inglesa».

Listen tinha sido o mais votado entre os membros da APC, numa escolha entre quatro filmes portugueses propostos a discussão: Listen, de Ana Rocha de Sousa, Mosquito, de João Nuno Pinto, Patrick, de Gonçalo Waddington, e Vitalina Varela, de Pedro Costa.

Vitalina Varela teve estreia mundial em Agosto do ano passado no Festival de Cinema de Locarno, na Suíça, onde arrecadou os principais prémios: Leopardo de Ouro e Leopardo de melhor interpretação feminina.

Desde então, tem sido exibido e tem recebido vários prémios em diversos festivais internacionais de cinema.

O filme conta a história de uma mulher que viveu grande parte da vida à espera de ir ter com o marido, Joaquim, emigrado em Portugal. Sabendo que ele morreu, Vitalina Varela chegou a Portugal três dias depois do funeral.

A 93.ª edição dos Óscares, prémios norte-americanos de cinema, está marcada para 25 de Abril de 2021, em Los Angeles, nos Estados Unidos. As nomeações para os Óscares serão conhecidas em Março.


Com agência Lusa

Tópico