|cinema

Monstra celebra 20 anos

O Festival Monstra regressa a várias salas de cinema em Lisboa, de 29 de Setembro a 10 de Outubro, com longas-metragens em competição e algumas retrospectivas no âmbito dos 20 anos.

«The Monkey», de Lorenzo Degl'innocenti e Xosé Zapata
«The Monkey», de Lorenzo Degl'innocenti e Xosé ZapataCréditos / Sardinha em Lata

Depois do adiamento do Monstra – Festival de Animação de Lisboa e de uma edição online em Maio, onde foram exibidas as curtas-metragens em competição, a reposição de uma parte significativa do programa inicial é para Fernando Galrito, director artístico do festival, um acto de resistência.

«Um festival é um espaço de encontro, pretendemos continuar a experienciar o cinema de animação com todos os cuidados necessários e em cumprimento com todas as regras de segurança», afirma. 

A sessão de abertura está marcada para 29 de Setembro, às 21h30, na Sala Manoel Oliveira do Cinema São Jorge, com quatro estreias mundiais: The Monkey, nova curta-metragem da produtora portuguesa Sardinha em Lata, realizada por Lorenzo Degl'Innocenti e Xosé Zapata; Setembro, de Ricardo Mata, um filme português sobre a cidade de Lisboa; Katalog of Flaws, filme canadiano realizado por Marv Newland, que conta com banda sonora dos Dead Combo; e The One-Minute Memoir, da realizadora norte-americana Joan Gratz, que ganhou um Óscar em 1992 com o filme Mona Lisa Descending a Staircase.

Ainda nesta cerimónia vai ser entregue presencialmente o prémio SPA/Vasco Granja aos realizadores Regina Pessoa e Alexandre Siqueira, que ganharam esta competição na edição Monstra em Casa com os filmes Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias e Purpleboy, respectivamente.

A competição de longas-metragens é composta por sete filmes internacionais e vai ser exibida de 1 a 7 de Outubro no Cinema City Alvalade.

Para o Festival Monstra 2020 foi programada uma edição retrospectiva, com a exibição de alguns dos melhores filmes que já passaram pelo festival desde a sua primeira edição. Assim, o público poderá rever obras como Canção do Mar, filme de 2014 realizado por Tomm Moore, que esteve nomeado para os Annie Awards e para os Óscares na categoria de Melhor Longa de Animação; O Rapaz Fantasma, da dupla francesa Alain Gagnol e Jean-Loup Felicioli, ou A Ganha-Pão, realizado por Nora Twomey. 

Na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema vão ser apresentadas algumas das obras que marcaram a história do cinema de animação mundial, como é o caso do filme O Rei e o Pássaro, de Paul Grimault, As Aventuras Secretas de Tom Thumb, de Dave Borthwick, e Krysar O Flautista de Hamelin, de Jiri Barta. 

A pensar nas famílias, a Monstra volta a programar duas sessões de curtas-metragens, no Cinema City Alvalade, a 3 e 4 de Outubro, enquanto na Cinemateca Júnior serão exibidos os filmes Fantasia, no dia 3, e A Minha Vida de Courgette, de Claude Barras, a 10 de Outubro.

«Monstra e o Mundo» é o programa seleccionado para os auditórios do Liceu Camões e da Universidade Lusófona, onde serão exibidas curtas-metragens de 12 países que já foram convidados da Monstra, como a França, a República Checa, a Finlândia, a Estónia, a Hungria, a Itália, o Reino Unido ou a Alemanha.

Tópico