|cinema

Festa do Cinema Francês: mais de 70 filmes para ver até 9 de Novembro

Depois do arranque em Lisboa, esta quinta-feira, a 24.ª edição da Festa do Cinema Francês promete 73 filmes em dez cidades do País – dentro de formatos conhecidos e também com novidades.

Imagem de «Vira-Latas», de Jean-Baptiste Durand 
Imagem de «Vira-Latas», de Jean-Baptiste Durand Créditos / festadocinemafrances.com

Na actual edição, o festival vai percorrer dez cidades: Lisboa, Almada, Beja, Évora, Faro, Coimbra, Lagos, Oeiras, Porto e Viseu, revela a organização no seu portal.

Ao nível da programação, mantêm-se as secções habituais – Antestreias, Inéditos, Cinema à Mesa, ACID, CineJovem, Segunda Chance e Foco –, a que acrescem novas iniciativas: Cinema e Memória, Pronto-a-Filmar e Meia Noite em Lisboa.

Explicando o sentido desta estruturação, os organizadores indicam, por exemplo, que «as Antestreias em Portugal [se] referem a obras recém-produzidas em França», e destacam a grande selecção de filmes inéditos, com pelo menos 17 longas-metragens francófonas.

A secção Cinema à Mesa é dedicada à gastronomia, e a Pronto-a-Filmar (em alusão a prêt-à-porter) é composta por dois filmes devotados à temática da moda.

A exibição de «Alma Viva» será comentada pela realizadora, Cristèle Alves Meira / agendalx.pt

A pensar no público mais jovem, «outra inovação será a secção Meia Noite em Lisboa, a qual, como o nome indica, se realiza precisamente à primeira hora da madrugada», revela o texto da organização, no qual se celebra o regresso da secção Segunda Chance, «cujo sucesso nas duas últimas edições da Festa confirma haver filmes que, de facto, merecem novas oportunidades de serem vistos no grande ecrã».

​Outro elemento destacado é a presença, no festival, de duas realizadoras que, «além de viverem e produzirem em França, partilham a origem portuguesa». Trata-se de Cristèle Alves Meira, cuja premiada longa-metragem Alma Viva integra a secção Foco, juntamente com uma mostra inédita das suas quatro curtas-metragens.

Maria de Medeiros também estará no festival, para apresentar uma cópia restaurada do seu filme Capitães de Abril – integrado na secção Cinema e Memória e a antecipar as celebrações dos 50 anos do 25 de Abril, a terem lugar no próximo ano, revela o site festadocinemafrances.com, no qual é possível aceder à programação.

A Festa do Cinema Francês é organizada pela produtora Jangada, em colaboração com a Embaixada de França, o Instituto Francês de Portugal e a rede das Alliances Françaises no País.

Classificada como «parceira incontornável» do evento, a Cinemateca Portuguesa fará uma retrospectiva do actor e realizador Nicolas Philibert, exibindo 18 filmes seus em Novembro.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui