|Setúbal

Está a chegar a 9.ª edição do Festival de Música de Setúbal

Será de 23 a 27 de Maio que reconhecidos artistas nacionais e estrangeiros vão partilhar o palco com mais de 1500 crianças e jovens do concelho, na nona edição do Festival de Música de Setúbal.

A cantora de jazz Beatriz Nunes abre o Festival de Música de Setúbal
A cantora de jazz Beatriz Nunes abre o Festival de Música de SetúbalCréditos / Jazz.pt

O cartaz do Festival de Música de Setúbal foi apresentado esta terça-feira no Museu do Trabalho Michel Giacometti, que acolhe um dos espectáculos do evento. 

«Casa», à semelhança do ano passado, é o tema da nona edição do certame que conta com a participação da cantora de jazz Beatriz Nunes, o maestro Paulo Lourenço, a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Clarence Adoo, John Kenny e Merit Ariane. 

Nesta «casa» residem artistas e formações com reconhecimento nacional e internacional, envolvidos em espectáculos com a comunidade local, incluindo grupos amadores e pessoas com necessidades especiais, «no âmbito do espírito inclusivo do certame, que tem contribuído para mudar a vida das crianças e jovens que nele participam», sublinhou o director artístico, Ian Ritchie, durante a apresentação.

As participações do maestro Paulo Lourenço, da Orquestra Sinfónica Portuguesa, com a maestrina Joana Carneiro, da Camerata do Festival, dirigida por André Gaio Pereira, vencedor do Prémio Jovens Músicos 2017, do trombonista John Kenny e do trompetista Torbjorn Hultmark, bem como da cantora e compositora Merit Ariane e do Ensemble Juvenil de Setúbal, são outros pontos altos do festival que este ano deverá mobilizar mais de 1500 crianças e jovens de todo o concelho de Setúbal.

Nesta 9.ª edição, a organização destaca também a realização do segundo Simpósio Internacional de Música, Saúde e Bem-Estar, agora alargado a dois dias de apresentações e conversas com especialistas nacionais e internacionais.

Na conferência de imprensa de apresentação do Festival de Música de Setúbal, a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, parceira da iniciativa, deu conta do envolvimento de dezenas de estabelecimentos de ensino e instituições de todo o concelho.

Ian Ritchie sublinhou as características únicas do Festival de Música de Setúbal, que já envolveu a participação de mais de 12 mil crianças e jovens na realização de espectáculos e na composição de canções interpretadas nas nove edições do certame.

«Se pensarmos bem, 12 mil pessoas correspondem a 10% da população do concelho de Setúbal. São muitas pessoas nas quais o festival deixa marcas para o futuro», afirmou.

A presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, destacou, igualmente, o contributo do festival para a mudança de mentalidades através da música. 

A matriz do Festival de Música de Setúbal, lançado em 2010, assenta na participação activa da comunidade local, desde o movimento associativo, escolas, estabelecimentos de ensino musicais e pessoas portadoras de deficiência, nos espectáculos do programa.

Tópico