A Escola da Noite acolhe Citemor

A abertura da 38.ª edição do Citemor – Festival de Montemor-o-Velho, acontece esta sexta-feira no Teatro da Cerca de São Bernardo, em Coimbra.

Paradigma de Dinis Machado
Paradigma de Dinis MachadoCréditos / Fredrik Wahlstedt

São 38 edições do mais antigo festival de teatro realizado em solo nacional. No entender dos organizadores, a realização de mais uma edição constitui uma prova da capacidade de resistência, só tendo reunido «à porta do festival» as condições mínimas para a sua apresentação. Uma proposta de apoio da secretaria de Estado da Cultura de 20 mil euros para este ano, que ainda aguarda aprovação, permitiu avançar com o Citemor e evitar o fim deste projecto singular no panorama português das artes performativas.

O grupo de teatro de Coimbra, A Escola da Noite, responsável pela programação do Teatro da Cerca de São Bernardo (TCSB), associa-se mais uma vez à iniciativa e será a anfitriã dos dois espectáculos agendados para os dias 5 e 6 de Agosto. Dinis Machado é o artista que abre na sexta-feira, pelas 21h30, com Paradigma. No sábado, à mesma hora, Tiago Cadete apresenta Alla Prima

A parceria entre A Escola da Noite e o Citemor vem de há vários anos, com particular ênfase desde que o grupo de Coimbra assumiu a programação do TCSB. A Escola da Noite salienta o lugar conferido à criação artística, bem como o apoio e acompanhamento que o festival presta aos artistas, através de residências e de co-produções.

Num comunicado, o grupo de Coimbra refere sobre o Citemor que «anos de prática continuada neste sentido têm contribuído de forma muito significativa para o desenvolvimento do repertório nacional contemporâneo no domínio das artes performativas». Ao mesmo tempo, afirma que o festival tem sido um palco privilegiado para a internacionalização de dezenas de artistas portugueses, graças às relações que o festival mantém com parceiros de outros países, nomeadamente de Espanha.

«O Citemor tem sido a primeira porta de entrada em Portugal de artistas hoje consagrados, também graças a quem, como este festival, soube acreditar e apostar neles no tempo certo. Angelica Liddell, Olga Mesa e Rodrigo García são apenas alguns dos mais elucidativos exemplos deste insubstituível papel desempenhado pelo Citemor», lê-se no texto.

O festival realiza-se entre Coimbra e Montemor-o-Velho, até ao dia 20 de Agosto. Os bilhetes custam o que os espectadores quiserem pagar e podem ser reservados através dos contactos do TCSB e do Citemor.