|E o mundo é a nossa tarefa

E o mundo é a nossa tarefa #123

Esta semana o poema A Morte é Furtiva de Gasfryn e a obra plástica A morte e o Lenhador, de Jean-François Millet. E o mundo é a nossa tarefa é uma escolha semanal de Manuel Augusto Araújo.

A morte e o Lenhador, Jean-François Millet
A morte e o Lenhador, Jean-François MilletCréditos

A Morte é Furtiva

(Englyn)

A morte vem e não se anuncia.
Vem num repente e nada te diz.
Não há quem conheça a sua maneira
E o som dos seus passos sempre furtivos

Gasfryn
Tradução: José Domingos Morais

E o mundo é a nossa tarefa é uma escolha semanal de Manuel Augusto Araújo.

Tópico