|Portway

Novo acordo melhora condições de trabalho na Portway

O acordo, em que participou o SIMAMEVIP, sindicato filiado na Fectrans, estabelece o pagamento das carreiras com retroactivos a Janeiro de 2019 e o fim do banco de horas.

A Portway Handling de Portugal é detida pelo grupo Vinci, que opera em vários aeroportos
Créditos / Wikimedia Commons

«Este acordo permite integrar todos os trabalhadores do Acordo de Empresa [AE] e cria as condições para se eliminar a conflitualidade existente», afirma o Sindicato dos Trabalhadores da Marinha Mercante, Agências de Viagem, Transitário e Pesca (SIMAMEVIP/Fectrans/CGTP-IN) em nota à imprensa.

Desde Fevereiro de 2019 que os sindicatos representativos dos trabalhadores da Portway estavam em conversações com a empresa, com vista à negociação de um acordo que desse resposta às aspirações dos trabalhadores.

Segundo a estrutura sindical, esse objectivo foi atingido a 23 de Julho, o que tinha permitido, de imediato, o descongelamento das carreiras com retroactivos a Janeiro de 2019, pagas no mês de Agosto, bem como o fim do banco de horas.

No entanto, não foi possível a assinatura desse AE, o que levou a «um acréscimo substancial de conflitualidade», refere a nota, acrescentando que o sindicato se manteve «firme» na intenção de assinar o acordo.

«Reafirmamos que consideramos este novo AE melhora substancialmente as condições de vida e de trabalho dos trabalhadores da Portway, sendo, sem sombra de dúvidas, globalmente mais favorável do que o anterior», pode ler-se na nota.

Tópico