|ensino

Ministério da Educação falha compromisso sobre desgaste dos professores

A reunião com a Fenprof estava marcada mas a convocatória não chegou. Mesmo assim, a estrutura sindical entregou as suas propostas para resolver o problema do desgaste e sobrecarga dos docentes.

Créditos / publicadoeducacao.wordpress.com

Em comunicado, a Federação Nacional dos Professores (Fenprof/CGTP-IN) afirmou que o sucedido constitui um grave desrespeito do Governo pelos compromissos assumidos, sobretudo tendo em conta a gravidade do problema que afecta quase um terço dos professores.

Segundo a Fenprof, apesar de estar prevista desde 29 de Março, a convocatória para a reunião de ontem com a tutela não chegou. O objectivo do encontro seria para encontrar soluções para duas das principais causas de desgaste dos professores: «os sobrecarregadíssimos horários de trabalho e o muito preocupante envelhecimento da profissão docente.»

Estes dois problemas já estavam identificados na declaração de compromisso de Novembro. assinada entre o Governo e diversas organizações sindicais. Porém, a tutela tem faltado sucessivamente aos compromissos assumidos, motivo pelo qual é acusada de estar a empatar ou a adiar propositadamente.

Mesmo assim, face a esta situação, a Fenprof reitera que decidiu entregar formalmente as suas propostas, tanto sobre horários de trabalho, como aposentação.

A entrega, a realizar na quinta-feira, 12h, contará com um protesto dos professores, que exigem uma solução para o problema a que estão sujeitos e que os obriga «a trabalhar, semanalmente, mais 11 horas do que a lei estabelece.»

Tópico