|Limpeza industrial

Greve na limpeza do Hospital do Barreiro a 25 e 26 de Fevereiro

As trabalhadoras da Eulen, que asseguram a limpeza no Hospital do Barreiro, vão realizar uma greve de 48 horas, para exigir o pagamento correcto dos feriados e o cumprimento da contratação colectiva.

Foto de arquivo: concentração de trabalhadoras da limpeza à porta do Hospital do Barreiro
Foto de arquivo: concentração de trabalhadoras da limpeza à porta do Hospital do BarreiroCréditos / STAD

A greve nos serviços de limpeza do Hospital do Barreiro foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas (STAD/CGTP-IN).

Em comunicado, o STAD afirma que «a Eulen continua a não querer resolver os problemas existentes» e demais que «ela mesmo criou ao não cumprir» o contrato colectivo de trabalho em vigor. Nomeadamente, no que toca ao pagamento dos feriado com o acréscismo de 100% e ao respectivo descanso compensatório.

Além disso, é exigido o cumprimento do acordo de condições especificas do local de trabalho, visto que a Eulen «continua a não actualizar o subsídio de transporte para o valor do passe social de Lisboa e não quer actualizar o subsídio de alimentação para o valor da Função Pública».

Além da paralisação de 48 horas, no dia 25 de Fevereiro está marcada para as 9h uma concentração de trabalhadores à porta do Hospital do Barreiro.

Tópico