|forças de segurança

Porto: segurança fragilizada no aeroporto

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) denuncia a deslocação de polícias para o aeroporto do Porto, sem formação específica para trabalhar no local.

Os polícias queixam-se do não cumprimento do Estatuto Profissional e da falta de resposta do Governo
Os polícias queixam-se do não cumprimento do Estatuto Profissional e da falta de resposta do GovernoCréditosManuel de Almeida / Agência Lusa

Uma medida que, segundo a ASPP, fragiliza «ainda mais a segurança aeroportuária e a cidade do Porto pela deslocação de efectivo (já escasso) para o local», por não ser possível «assumir funções do SEF» sem antes reforçar «as instalações com efectivo preparado para o efeito.

A ASPP considera que esta necessidade de a PSP colmatar as dificuldades do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) está na origem de alterações diárias às escalas dos polícias e de supressão de folgas.

Com o objectivo de denunciar esta situação e procurar colocar alguma racionalidade no «respeito pelos direitos dos profissionais de polícia», a ASPP promove esta quinta-feira uma sessão de esclarecimento na Divisão Aeroportuária do Porto.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui