|Região Demarcada do Douro

Pequenos e médios produtores reclamam a devolução da Casa do Douro

A solução para os problemas dos pequenos e médios produtores da Região Demarcada do Douro passa por lhes devolver a Casa do Douro, constituída como um organismo com poderes públicos, gerido pelos próprios produtores.

A CNA alerta para a situação dos pequenos e médios produtores durienses 
A CNA alerta para a situação dos pequenos e médios produtores durienses Créditos / cna.pt

A exigência é da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), considerando que a campanha de 2023 na Região Demarcada do Douro ficou marcada «pelas consequências da diminuição da quantidade permitida de vinho beneficiado (benefício é a quantidade de mosto que cada produtor pode destinar à produção de vinho do Porto), pelos acrescidos custos de produção e pelos baixos preços pagos aos pequenos e médios produtores».

A CNA alerta, em comunicado, para o agravamento da situação, face à «acção concertada do grande agronegócio da região, no sentido de se caminhar para a liberalização da produção de vinho licoroso», o que, na opinião da Confederação, conduziria à ruína de muitos produtores durienses.

Tudo isto se passa, segundo a CNA, perante o silêncio de um Governo «apostado numa política de destruição da pequena e média agricultura e de favorecimento do grande agronegócio».

Por outro lado, a CNA e a AVADOURIENSE chamam a atenção para o acumular de danos provocados por animais selvagens, exigindo ao Governo indemnizações e o controlo da sua densidade populacional.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui