|Orçamento de Estado

PCP intervém na discussão sobre o Orçamento do Estado

João Oliveira sublinha que o PCP está a bater-se para que o Orçamento do Estado contenha uma resposta tão ampla e profunda quanto a amplitude e gravidade dos problemas nacionais que o País enfrenta.

CréditosMiguel A. Lopes / Agência Lusa

O líder parlamentar do PCP, numa declaração feita esta quarta-feira a propósito da discussão com o Governo em torno da proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2021, afirmou que, «no momento em que estamos desta discussão», a situação económica e social do País «é substancialmente diferente, para pior, daquela que enquadrou os orçamentos dos últimos anos».

Nesse sentido, o PCP considera que «a gravidade da situação» exige uma resposta «aos problemas nacionais» na base de «opções políticas claras» e não em função de «critérios que são impostos ao País a partir da União Europeia e dos interesses dos grupos económicos».

Valorizar salários e direitos dos trabalhadores, defender postos de trabalho e criar emprego, reforçar os serviços públicos, impulsionar o desenvolvimento nacional a partir do investimento público e do controlo público de empresas e sectores estratégicos, assegurar maior protecção social e mais justa distribuição da riqueza, são, na óptica do PCP, alguns dos objectivos que a proposta de OE deve contemplar.

Tópico