|25 de Abril

46 painéis em azulejo comemoram 25 de Abril em Peniche

A iniciativa partiu da Fenprof e envolveu estudantes e professores de todo o País. A inauguração, adiada um ano devido à pandemia, terá lugar no próximo domingo.

Fortaleza de Peniche
Fortaleza de PenicheCréditosOlhares

Em 2020, nos 46 anos do 25 de Abril, a Federação Nacional dos Professores (Fenprof/CGTP-IN), em parceria com o Município de Peniche, o apoio da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e do Centro de Formação Profissional para a Indústria Cerâmica (CENCAL), solicitou a elaboração de 46 painéis em azulejo a 46 Agrupamentos de Escolas e Escolas não agrupadas, com o objectivo de assinalar aquele aniversário inaugurando um mural frente ao Museu Nacional Liberdade e Resistência, em Peniche.

Esta iniciativa foi acompanhada pela União dos Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) e pela Associação 25 de Abril (A25A) e obteve o parecer favorável da Direcção-Geral do Património Cultural.

Alunos e professores de todo o território nacional envolveram-se «com entusiasmo» na execução dos trabalhos, refere a Fenprof em nota, lembrando que, contudo, a inauguração foi inviabilizada pelas medidas então vigentes, no âmbito do combate à pandemia.

Um ano depois, o mural será inaugurado, mantendo o número de painéis e assinalando, para memória futura, o que levou ao adiamento.

O acto de inauguração terá lugar no próximo dia 25 de Abril, pelas 12h30 horas, no Campo da República, em Peniche.

«Este é um contributo de crianças e jovens de todo o País que tem uma carga simbólica importantíssima, pois confirma que Abril continua vivo nas nossas escolas o que também é garante de que os seus valores se projectarão no futuro», pode ler-se no comunicado.

Tópico