|Ferrovia

Utentes exigem electrificação urgente da Linha do Algarve

A Comissão de Utentes da Linha do Algarve realiza uma concentração esta tarde na Estação Ferroviária de Olhão para exigir a intervenção urgente na linha e a aquisição de novo material circulante.

Créditos / Terra Ruiva

A comissão de utentes regista num comunicado que, enquanto infra-estrutura «fundamental» para o desenvolvimento transversal da região, a Linha do Algarve enfrenta «um dos piores momentos» da sua história.

No último ano foram eliminados horários e suprimidos centenas de comboios, gerando «frustrações» que, adverte a comissão, crescem com «os sucessivos adiamentos da prometida electrificação da linha» ou da aquisição de novo material circulante. 

Os utentes falam de um serviço «perigosamente condicionado» pelas constantes supressões, os atrasos regulares, o mau estado das composições, o encerramento e abandono de estações e a substituição de comboios por autocarros, «que efectuam apenas metade das paragens».

Para a concentração, agendada para as 17h30, a comissão de utentes convoca todos os que «exigem urgentemente uma ligação ferroviária digna para quem cá vive e trabalha, assim como para quem nos visita». 

Tópico