|Almada

População do Monte da Caparica rejeita encerramento da CGD

O balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) do Monte da Caparica, em Almada, tem fecho anunciado para o dia 22 de Dezembro. Freguesia dinamiza abaixo-assinado pela manutenção do banco público. 

Créditos / stec

A notícia, comunicada primeiro por carta aos clientes da Caixa, foi entretanto confirmada à presidente da Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria, que, através de comunicado, já anunciou que «tudo fará» para que o desaparecimento do banco público daquele território não se concretize. 

Entre as medidas já desencadeadas conta-se uma petição, em nome dos que residem, estudam e trabalham no Monte da Caparica, sendo certo que o encerramento de mais um serviço de proximidade vai penalizar população.

Recorde-se que o emagrecimento do banco público, através de despedimentos e da redução do número de balcões, resulta da imposição de Bruxelas no âmbito da recapitalização da CGD, em 2017, que determinou o encerramento de 180 balcões até ao final deste ano. 

Tópico