|Aeroporto do Montijo

Discussão sobre aeroporto só faz sentido se for «novo»

A poucos dias da apresentação do plano de recuperação em Bruxelas, a Plataforma Cívica Aeroporto BA6 – Montijo Não! insiste que só faz sentido falar da construção de um aeroporto se for novo.

Créditos / Bomdia.eu

Será no dia 15 de Outubro que o Governo vai apresentar à Comissão Europeia a «Visão Estratégica para o Plano de Recuperação Económica de Portugal 2020-2030». Entre os dez eixos estratégicos conta-se a Rede de Infra-estruturas, onde está prevista a construção do aeroporto para a Área Metropolitana de Lisboa (AML). 

A Plataforma Cívica recorda num comunicado que, durante a fase de apreciação pública, concluída a 21 de Agosto, vincou que a construção do aeroporto para a AML «só fará sentido se estivermos a falar do Novo Aeroporto de Lisboa (NAL), decidido em 2010 e com localização no Campo de Tiro de Alcochete».

Sublinha que essa decisão resulta de uma Avaliação Ambiental Estratégica, que conta, entre outros «elementos determinantes», com uma Declaração de Impacte Ambiental favorável e válida até 9 de Dezembro de 2020.

Por outro lado, afirma, «à medida que o tempo passa são cada vez mais as vozes» que convergem nos alertas emitidos pela Plataforma Cívica, designadamente que a opção pelo Montijo/BA6 «carece, entre muitos outros aspectos, de sustentação técnica aceitável».

A estrutura frisa que se impõe retomar uma abordagem «séria» e «bem fundamentada» para a construção de um aeroporto, que responda a uma necessidade estratégica do País, e haja uma boa aplicação dos fundos comunitários. 

Tópico