|Almada

Alunos da Secundária Fernão Mendes Pinto marcam protesto para 24 de Outubro

A falta de investimento na Educação e os problemas que enfrentam na Escola Secundária Fernão Mendes Pinto, em Almada, levaram os alunos a marcar uma concentração para o dia 24, à porta do estabelecimento. 

Escola Secundária Fernão Mendes Pinto
Escola Secundária Fernão Mendes PintoCréditos

A decisão foi tomada ontem numa Reunião Geral de Alunos (RGA) participada por mais de 350 estudantes. Exigem mais investimento na Educação e no estabelecimento de ensino que frequentam, e apelam a todos os estudantes de Almada que se juntem ao protesto, «por mais condições nas suas escolas», de modo a alcançar a Escola Pública que a Constituição consagra.

Entre os problemas elencados pelos alunos da Fernão Mendes Pinto está a realização de obras, a colocação de cacifos e a contratação de mais funcionários, de modo a garantir o «funcionamento pleno» da escola. Os estudantes apelam ainda à melhoria das refeições servidas na cantina escolar e criticam a «falta de democracia nas escolas».

A situação, denunciam, «ganha expressão concreta nos entraves à realização de RGA», sublinhando que estas reuniões representam «importantes momentos democráticos da vida das escolas, que devem ser ampliados e repetidos várias vezes durante o ano lectivo, garantindo a independência na discussão e acção dos estudantes».  

Tópico