|refugiados

Distrito de Viseu lembra massacre em Gaza e questão dos refugiados

A questão dos refugiados será debatida em Penalva do Castelo e em Viseu haverá uma sessão de solidariedade com a Palestina, esta segunda-feira. O CPPC é responsável por ambas as iniciativas.

Forças militares israelitas reprimem de forma brutal protestos da Grande Marcha do Retorno em Gaza
Forças militares israelitas reprimem de forma brutal protestos da Grande Marcha do Retorno em GazaCréditos / trtworld.com

O Auditório da Loja do Cidadão de Penalva do Castelo acolhe amanhã, pelas 14h15, o debate «Os Refugiados, a Guerra e a Luta pela Paz», que conta com a participação de Ilda Figueiredo, presidente da direcção do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC).

De acordo com a informação divulgada por este organismo, a realização da iniciativa é da sua responsabilidade e responde a um convite efectuado pelo Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo.

No mesmo dia, a cidade de Viseu será palco de uma sessão de solidariedade com a Palestina, que terá lugar no café-bar The Brothers, a partir das 18h, e conta as intervenções de Ilda Figueiredo e de Helena Barbosa, membro da presidência do CPPC.

Na nota remetida pela organização defensora da paz, explica-se que «será uma acção de denúncia dos massacres que na última semana causaram mais de 60 mortos e feriram mais de 2700» palestinianos, no dia em que «os EUA abriram a sua Embaixada em Jerusalém, contra as resoluções da ONU e o direito internacional, e quando se assinalam os 70 anos da Nakba, a grande tragédia».

Com esta iniciativa em Viseu, pretende-se apoiar o «povo palestiniano e os seus legítimos protestos contra a ocupação dos seus territórios por parte de Israel», bem como denunciar a «violenta e criminosa repressão de que são alvo», lê-se no texto.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui