|Alentejo

Serpa assinala 40 anos do Cortejo His­tórico e Etnográfico

A exposição de fotografia «Gente Daqui – Um olhar sobre o Cortejo Histórico e Etnográfico de Serpa», do fotógrafo Fabrice Ziegler, estará disponível na Praça da República, a partir desta sexta-feira. 

Créditos / Rádio Voz da Planície

Para comemorar quatro déca­das de realização do Cortejo His­tórico e Etnográfico, o Município de Serpa está a preparar um conjunto de iniciativas que serão transmitidas atra­vés dos canais do Município na internet.

A exposi­ção de fotografia da autoria do fotógrafo Fabrice Zie­gler, «Gente Daqui – Um olhar sobre o Cortejo Histórico e Etnográfico de Serpa», inaugura o programa de comemorações. A mostra estará disponível a partir de amanhã e até ao dia 30 de Abril, na Praça da República. Também até ao dia 30, mas a partir do dia 7, poderá ser apreciada na Casa do Cante. 

A Câmara de Serpa revela que, fruto de um «apelo público» para cedência de fotografias e vídeos de arquivo, serão tam­bém partilhadas nas redes so­ciais do município um conjunto de imagens «que reflectem as quatro décadas de realização, a sua evolução em termos de quadros e de figurantes, de valor histórico e artístico».

Com o intuito de recriar a his­tória, tradição, usos e costumes locais reflectidos no Cortejo, foi produzido um filme documen­tal dirigido pelo encenador serpense João Duar­te Costa.

O trabalho será divulgado no dia 4 de Abril e pretende afirmar-se como meio de reflexão «em torno da diver­sidade e identidade cultural, pa­tente nos inúmeros quadros que constituem o Cortejo Histórico e Etnográfico».

Tópico