|MST

Luta dos Sem Terra chega ao DocLisboa

A primeira projecção em solo nacional do documentário brasileiro Chão, sobre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), acontece já este domingo no DocLisboa. 

  

Camponeses do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra em jornada de luta
Camponeses do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra em jornada de lutaCréditos / MST

Aos mais distraídos sobre a existência deste movimento de trabalhadores rurais e o que representa em termos de aspirações sociais e económicas, a sinopse de Chão pode dar uma ajuda.

«Numa propriedade ocupada, pertencente a uma fábrica de processamento de cana de açúcar endividada em processo de falência, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) luta para pressionar o governo a redistribuir as terras e a instalar as famílias acampadas», lê-se no texto. 

A realização de uma reforma agrária ampla é apenas uma das bandeiras deste movimento, a que se juntam, entre outras, o acesso à cultura e à educação, o combate à violência de género, a democratização dos meios de comunicação social e a soberania nacional e popular.

Tal como explicou Gilmar Mauro, da direcção nacional do MST, no final de 2018, para além das acções de ocupação de latifúndio, o movimento tem um projecto amplo de preservação dos recursos naturais, promoção da agro-ecologia e produção de alimentos saudáveis. 

Actualmente, mais de dois milhões de agricultores de todo o Brasil estão organizados no MST, um dos maiores movimentos populares da América do Sul. Defendendo os interesses do grande latifúndio e do grande capital, Bolsonaro tem anunciado a intenção de tipificar o movimento como terrorismo.

Em jeito de resposta, na apresentação do documentário lê-se que, «enquanto forças conservadoras ligadas aos latifundiários ganham mais terreno do que nunca no país e prometem persegui-los, as pessoas acampadas sonham com a auto-determinação».

Realizado por Camila Freitas, Chão teve estreia mundial no Festival de Berlim, em Fevereiro deste ano. A primeira sessão no Festival Internacional de Cinema DocLisboa está agendada para amanhã, às 22h, no Cinema Ideal. A segunda acontece a 27 de Outubro, pelas 19h, na Culturgest.   

Tópico