|teatro

«Apolo Descapotável» no Mês do Teatro de Montemor-o-Novo

A companhia Alma d'Arame estreia Apolo Descapotável no próximo dia 7 de Outubro, no Cineteatro Curvo Semedo, em Montemor-o-Novo, celebrando 15 anos de actividade no interior do País.

Créditos / Alma d'Arame

A mais recente produção da Alma d'Arame, que está a comemorar os seus 15 anos de existência, vai ser apresentada no Cineteatro Curvo Semedo, entre os dias 7 e 9 de Outubro, sempre às 21h30. 

Para criarem Apolo Descapotável, os encenadores, Amândio Anastácio, director artístico da Alma d'Arame, e Paulo Oliveira, músico e cenógrafo, partiram da peça O Precipício de Faetonte, do dramaturgo luso-brasileiro António José da Silva.

A peça vai ser interpretada pelos actores Jorge Serena e Paulo Quedas, ficando a música ao vivo, que acompanhará os intérpretes, a cargo de João Bastos. Trata-se de «uma ocasião especial por se tratar também do ano em que a Alma d'Arame celebra 15 anos de actividade cultural ininterrupta desenvolvida com orgulho a partir de uma cidade do interior alentejano», salientou o director artístico.

No dia da estreia, os 15 anos da companhia vão ser assinalados também com o lançamento de um livro alusivo à produção que a Alma d'Arame estreou no ano passado, intitulada O que o Mundo precisa é de uma Deusa ou a A Ilha dos Amores.

As sessões de Apolo Descapotável têm entradas gratuitas, podendo os bilhetes ser adquiridos no Posto de Turismo de Montemor-o-Novo e no site da BOL.

A seguir, a 15 e 16 de Outubro, a Alma d'Arame apresenta a peça no Teatro Ibérico de Lisboa.

Esta estrutura artística alentejana, fundada em 2006, acredita que «o efeito transformador que a arte pode exercer sobre o indivíduo e sobre a sociedade cria a esperança de que cada um tem o poder pessoal de gerar uma mudança».

O percurso da Alma d'Arame tem-se pautado pela criação artística, programação cultural, formação e colaboração com as entidades locais, nacionais e internacionais. O objectivo passa por contribuir para a divulgação das artes cénicas, dentro e fora de fronteiras, com particular destaque para o teatro de marionetas. 

O Mês do Teatro de Montemor-o-Novo decorre durante todo o mês de Outubro e é organizado pela Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, em parceria com as estruturas Trimagisto, Alma D'Arame, Projeto Ruínas, Universidade Sénior do Grupo dos Amigos de Montemor, Theatron Associação Cultural e Algures. 


Com agência Lusa

Tópico