|Ambiente

PEV: «A mineração é um presente envenenado! Lítio? Não, obrigado»

O Partido Ecologista «Os Verdes» (PEV) entregou no Ministério do Ambiente mil postais, assinalando os mil dias da assinatura do contrato de exploração de lítio e minerais associados em Montalegre.

Acção do Partido Ecologista «Os Verdes» na Covilhã contra a assinatura do contrato de exploração mineira 
Acção do Partido Ecologista «Os Verdes» na Covilhã contra a assinatura do contrato de exploração mineira Créditos / radio-covilha.pt

Os mil postais, onde se sublinha que «a mineração é um presente envenenado! Lítio? Não, obrigado», foram entregues ao fim da manhã desta quarta-feira pelos deputados do PEV, José Luís Ferreira e Mariana Silva.

Os postais são dirigidos ao ministro do Ambiente e da Acção Climática e foram recolhidos nas últimas semanas, em particular nos distritos de Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

O PEV recorda que «o Governo pretende lançar um concurso para atribuição de direitos de prospecção e pesquisa de lítio em oito áreas do Centro e Norte do País», para além dos contratos de exploração já celebrados, como os «de Montalegre, do Barroso e da Argemela».

«Os Verdes» sublinham ainda que, se a exploração de lítio avançar, terá impactos muito significativos, nomeadamente «na qualidade de vida e saúde das populações, com a contaminação dos solos e culturas agrícolas, com a devastação das florestas e na alteração e destruição da paisagem». Mas também no equilíbrio dos ecossistemas e na redução da biodiversidade.

Tópico