|Ambiente

Um novo impulso para o Parque Urbano da Várzea

A criação de um anel de rega e a plantação de 1290 árvores são os mais recentes investimentos da Câmara Municipal de Setúbal naquele que virá a ser o maior parque urbano do concelho, na Várzea.

Trabalhadores da Câmara Municipal de Setúbal trabalham na segunda fase de intervenção no Parque Urbano da Várzea. 
Créditos / Câmara Municipal de Setúbal

As intervenções já estão a decorrer desde o início de Fevereiro, assumindo particular importância para o reforço da Várzea «na função de parque urbano, constituindo uma prioridade da autarquia para a reabilitação daquela zona da cidade enquanto espaço privilegiado de lazer e de fruição pública», afirma a Câmara Municipal de Setúbal (CMS), em comunicado.

O anel de rega que a CMS pretende implementar no Parque Urbano da Várzea, com um orçamento de quase 600 mil euros, trata-se de «um sistema de rega fixo enterrado, em toda a envolvência daquele espaço, o qual é alimentado a partir de dois furos e pressurizado através de um grupo hidropressor».

«Este sistema em criação no futuro Parque Urbano da Várzea é automatizado e inclui uma estação meteorológica, o que possibilita uma rega sustentável, económica e promotora do uso racional da água, imperativo ambiental transversal à actividade da Câmara Municipal de Setúbal». Em caso de avaria mecânica, o anel de rega consegue manter as suas funções, garantindo a protecção das árvores.

«Esta obra estruturante, financiada no âmbito de fundos comunitários de apoio à transição climática canalisados através do programa COMPETE 2020, assegura a gestão do ciclo hidrológico e, em simultâneo, valoriza a riqueza e biodiversidade, com a adopção de soluções de engenharia natural».

Em simultâneo, arrancou também a segunda fase de plantações de arvoredo na Várzea, num total de 1290 espécimes, entre «pinheiros, freixos, choupos, salgueiros e oliveiras, carvalhos e tílias, para reforço do estrato arbóreo daquele que será o maior parque urbano do concelho».

A CMS esclarece que à plantação deste arvoredo, «executada pelos serviços camarários», se podem juntar todos os voluntários que queiram contribuir no empreendimento. Esta acção é acompanhada por um «reforçado composto de plantação, ao qual foi adicionado um condicionador que permite aumentar capacidade de retenção de água da rega e melhorar o uso e disponibilização de nutrientes».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui