|CTT

Encerramento da estação dos CTT no Caniçal é um «duro golpe»

Está em curso a recolha de assinaturas para um documento no qual se exige a reabertura da estação dos correios do Caniçal, na Região Autónoma da Madeira.

Esta tarde, uma manifestação de trabalhadores e utentes, que parte do Marquês de Pombal, irá exigir ao primeiro-ministro a reversão da privatização da empresa
.CréditosManuel de Almeida / Agência Lusa

A população da freguesia do Caniçal, no concelho de Machico, sofre as consequências do encerramento da última estação dos CTT, ocorrido no passado mês de Julho.

No texto do abaixo-assinado, dinamizado pela CDU, pode ler-se que «nunca é de mais realçar o papel fundamental que os CTT prestam nesta localidade, no que se refere ao serviço postal, no recebimento das pensões e reformas e demais serviços».

A CDU já promoveu acções de solidariedade com os utentes e em defesa do serviço público postal, exigindo a imediata reabertura da estação dos CTT. Esta força política aponta como responsáveis «o PS e o PSD, com o CDS-PP», porque foram «quem privatizou os CTT e [os] que permitiram o encerramento dos serviços de proximidade».

Tópico