|Silves

Câmara de Silves expõe combatentes na I Guerra Mundial

A exposição dá a conhecer os silvenses que participaram na I Guerra Mundial, através do Corpo Expedicionário Português, integrado nos exércitos britânicos, e percorre as freguesias do concelho. 

A participação dos soldados portugueses na I Guerra Mundial celebrizou a expressão «carne para canhão»
A participação dos soldados portugueses na I Guerra Mundial celebrizou a expressão «carne para canhão»Créditos

Organizada pela Câmara Municipal de Silves, através do seu Arquivo Municipal, a mostra apresenta uma listagem dividida pelas freguesias do concelho, onde consta o nome do combatente, acompanhado de uma série de informações como o posto e serviço que desempenhou, a data de embarque e desembarque em Lisboa. 

São apresentados ainda registos de louvores ou condecorações recebidas pelos combatentes, operários e populares, se foram feridos e se participaram na Batalha de La Lys, em França, e ainda se faleceram em combate. 

A participação portuguesa nesta guerra imperialista tem em La Lys, em Abril de 1918, um retrato perfeito da sua presença. Integrado nos exércitos britânicos, o Corpo Expedicionário Português, esgotado e sem meios, perdeu aí mais de um terço de efectivos. Foram perto de 7500 homens, entre feridos, prisioneiros e mortos. No total, morreram 20 milhões de pessoas na Primeira Guerra Mundial, entre militares e civis. 

A freguesia de Pêra acolhe a exposição até 28 de Junho, na Sala da Assembleia da Junta de Freguesia de Pêra. No mês de julho, a mostra estará patente no Casino de Armação de Pêra.

Tópico