|artes plásticas

«O sonho mágico de Fauno» desperta em Almada

A exposição de Susana Horta é inaugurada na próxima sexta-feira, dia 1 de Fevereiro, às 21h, em mais uma iniciativa da Associação de Artistas Plásticos do Concelho de Almada.

Peça da exposição «O Sonho Mágico de Fauno», de Susana Horta, inaugurada na Galeria de Arte da Imargem, em Almada, a 1 de Fevereiro de 2019.
Peça da exposição «O Sonho Mágico de Fauno», de Susana Horta, inaugurada na Galeria de Arte da Imargem, em Almada, a 1 de Fevereiro de 2019. CréditosSusana Horta / Imargem

A exposição O sonho mágico de Fauno, de Susana Horta, é inaugurada dia 1 de Fevereiro, 6.ª feira, às 21h, na Galeria de Arte da Imargem, onde estará patente até 19 de Fevereiro às segundas-feiras, das 17h00 às 20h00, e às quartas-feiras, das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 17h00.

O sonho mágico de Fauno é como acordar num tempo mais antigo que os homens, numa terra sem idade percorrida por fadas e duendes, de onde partiram para sobreviver em mitos e lendas.

Susana Horta (1974) nasceu em Almada (Portugal), onde iniciou a sua carreira artística. Passou por Lisboa, pelos Açores e por Horsens (Dinamarca) antes de regressar à sua cidade natal, em 2014. Desenvolve trabalhos em pintura de óleo sobre tela e também pintura e escultura em madeira, reaproveitando madeiras antigas (pequenos troncos, partes de antigos moveis, madeiras de pipas, entre outras proveniências) e conjugando-as com outros materiais, como o metal e o têxtil.

A Associação de Artistas Plásticos do Concelho de Almada – IMARGEM, foi criada em 1982 e é uma Instituição de Utilidade Pública desde 1997. Em 2007 foi-lhe atribuída a Medalha de Prata pela Câmara Municipal de Almada. Ao longo dos seus quase quarenta anos de existência tem desenvolvido uma importante e regular actividade na área das Artes Visuais. Para além de exposições individuais e colectivas, registem-se as suas iniciativas Arte em Festa e Bienal de Desenho de Almada.

Tópico