|Teatro Infantil (6255)

Festival «Sementes» para a infância abre dia 17 de Maio em Almada

A 24.ª edição do Sementes-Mostra Internacional de Artes para o Pequeno Público, promovido pelo Teatro Extremo, arranca no próximo dia 17 de Maio em Almada e prossegue até 2 de Junho em sete concelhos.

Cena de «Escória (2017), pelo grupo BAAL17 (Serpa), uma das peças que integra a 24.ª edição do Sementes-Mostra Internacional de Artes para o Pequeno Público.
Cena de «Escória (2017), pelo grupo BAAL17 (Serpa), uma das peças que integra a 24.ª edição do Sementes-Mostra Internacional de Artes para o Pequeno Público.Créditos / BAAL17

A 24.ª edição do Sementes-Mostra Internacional de Artes para o Pequeno Público (Sementes), promovida pelo Teatro Extremo, arranca na próxima sexta-feira, dia 17 de Maio, com duas exibições de Paula de Papel, do Teatro O Bando. Ambos os espectáculos serão no Teatro-Estúdio António Assunção (Rua Conde Ferreira, em Almada), o primeiro das 10h30 às 11h30 e o segundo das 14h às 15h.

«Paula de Papel» (2017) é uma peça de teatro para crianças criada a partir do imaginário de Paula Rego, encenada e interpretada pelo Teatro O Bando. Créditos

Durante 15 dias, até dia 2 de Junho, será apresentada uma programação diversificada, destinada tanto ao público escolar como familiar (crianças, jovens e adultos) e abrangendo o teatro, as marionetas, a dança, a música, as artes plásticas, o circo e as artes de rua. O auge do festival será, como sempre, a celebração do Dia Mundial da Criança, a 1 de Junho, este ano com uma programação especial para toda a família, da manhã ao fim do dia, no Parque da Paz, em Almada.

Vinte companhias nacionais (Almada, Palmela, Évora, Serpa, Lisboa, Porto, Sintra) e estrangeiras (Espanha, Canadá, Reino Unido, Rússia, Itália, Roménia, Bélgica, Argentina), uma amadora e dois grupos informais infantis participarão na 24.ª edição do Sementes, realizando mais de 60 sessões de 27 actividades – espectáculos, oficinas, instalações, jogos e exposições – em equipamentos e espaços públicos do concelho de Almada (por todas as freguesias) mas também no Barreiro, em Loures, na Moita, em Montemor-o-Novo, no Seixal e em Sesimbra.

A programação completa do festival Sementes pode ser consultada aqui.

Os semeadores: o grupo Teatro Extremo

O Teatro Extremo, sediado em Almada desde 1994, constituiu-se como Associação Cultural em 1996 e é, actualmente, uma estrutura profissional apoiada pelo Ministério da Cultura/DGArtes, pela Câmara Municipal e Juntas de Freguesia de Almada, por outros municípios e entidades públicas e privadas. Em 2002 foi-lhe atribuído a Medalha de Prata de Mérito Cultural da Cidade de Almada. Mais recentemente, em Janeiro deste ano, o seu director artístico, Fernando Jorge Lopes, recebeu a Ordem do Mérito Renascença do Piauí (Brasil).

Desde o início da sua actividade que o Teatro Extremo criou espectáculos de produção própria ou em co-produção, investindo na dramaturgia contemporânea e na itinerância. Desde 2015 garante o funcionamento e a programação do Teatro-Estúdio António Assunção, equipamento da Câmara Municipal de Almada. Até à data a companhia apresentou-se a mais de meio milhão de espectadores em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Itália, Inglaterra, Brasil, Cabo Verde e Índia.

Em 1996 o Teatro Extremo organizou a primeira edição do Sementes-Mostra Internacional de Artes para o Pequeno Público, festival multidisciplinar e descentralizado para a infância, juventude e público familiar, que este ano vê realizar-se a sua 24.ª edição.

Sobre a missão da companhia, o sítio do Teatro Extremo afirma que a mesma se propõe realizar «um teatro para as novas gerações que equacione a problemática dos limites da condição humana como singularidade artística», estimulando, consolidando e amplificando hábitos de fruição estética.

Para tal estabeleceu «uma estratégia artística» em que a «contaminação por distintas referências» do trabalho do actor «origine capacidades de ruptura e imagine mundos alternativos».

Para informações mais detalhadas, consulte-se o sítio do Teatro Extremo.
 

Tópico