|E o mundo é a nossa tarefa

E o mundo é a nossa tarefa #98

Esta semana o poema Elogio da Terceira Coisa de Manuel Gusmão e a obra Monumento a Rosa Luxemburgo de Mies van der Rohe. E o mundo é a nossa tarefa é uma escolha semanal de Manuel Augusto Araújo.

Monumento a Rosa Luxemburgo de Mies van der Rohe
Monumento a Rosa Luxemburgo de Mies van der RoheCréditos

Elogio da Terceira Coisa

Entre mim e ti há a terceira coisa
aquela que nos põe ao alcance da mão
os nomes todos das coisas e as coisas sem nome
quando a multidão sagrada dos pronomes pessoais nos
permite dizer nos contra o tempo e o vento
Nós que aos cinco sentidos acrescentamos os outros
Nós a sensibilidade que imagina o comum
quando uma multidão deixa de ser
um rebanho de escravos para começar a ser
uma assembleia de humanos livres
de pé no chão da terra discutimos o que fazer
pelas mãos em concha bebíamos a água
onde a luz do sol cintila irisando-a
nós que para além de ti e de mim somos
a terceira coisa o fantasma o espectro
que lhes continua a assolar o mundo
a terceira coisa : a promessa sem garantias
a invenção do incomum que partilha o comum
o comunismo que vem connosco
e para além de nos recomeça.

Manuel Gusmão in Três Poemas em Memória de Álvaro Cunhal

E o mundo é a nossa tarefa é uma escolha semanal de Manuel Augusto Araújo.

Tópico