|E o mundo é a nossa tarefa

E o mundo é a nossa tarefa #110

Esta semana o poema Canto da Solidariedade e a obra  plástica Peixes Mágicos  de Paul Klee. E o mundo é a nossa tarefa é uma escolha semanal de Manuel Augusto Araújo.

Peixes Mágicos, Paul Klee
Peixes Mágicos, Paul KleeCréditosPaul Klee

Canto da Solidariedade

Distribua-se o peixe do mar
Distribua-se o sável,
distribua-se o peixe-serra pequeno,
distribua-se o sável pequeno,
distribua-se o tubarão,
distribua-se o pargo.
0 caminho do peixe, parece que Deus o fez de ouro.
0 flautista chama pela rapariga,
diz-lhe que se agarre bem à ponta da sua camisa.
Distribua-se o mero,
distribuam-se as conchas presas às rochas,
distribua-se a lagosta,
distribuam-se os caranguejos,
distribua-se o marisco que vive como se risse com a boca aberta
aferrada à arocha,
distribua-se a came dos moluscos do rio,
distribuam-se os moluscos maiores,
distribuam-se os camarões,
distribua-se o mero do rio,
distribua-se a iguana que se esconde na copa da árvore de pau-santo.
De ouro, o caminho do peixe, parece que o fez de ouro,
parece que Deus fez de ouro o caminho do peixe.

Anónimo / Panamá , versão Herberto Helder

E o mundo é a nossa tarefa é uma escolha semanal de Manuel Augusto Araújo.

Tópico