|Dança

Companhia de Dança de Évora estreia «Ensaio sobre a Cegueira» em Lisboa

Trata-se de uma obra resultante «do culminar de um percurso de experimentação coreográfica em torno do comportamento humano perante situações de crise, violência e isolamento», explicou a companhia.

Em 2018 celebram-se 20 anos da atribuição do Nobel da Literatura a José Saramago
Créditos / www.m-x.com.mx

Ensaio sobre a Cegueira é a criação que a Companhia de Dança Contemporânea de Évora (CDCE) vai estrear, no sábado, no ROOF Dance Festival, em Lisboa, baseada na obra com o mesmo título de José Saramago.

Trata-se de uma obra, com coreografia de Nélia Pinheiro, da CDCE, resultante «do culminar de um percurso de experimentação coreográfica em torno do comportamento humano perante situações de crise, violência e isolamento», explicou a companhia.

«Os conflitos interiores, o medo, o individualismo como forma natural de existir, as questões éticas e morais associadas ao comportamento em sociedade, elencam a natureza temática e comportamental dos intérpretes», acrescentou a CDCE, em comunicado enviado à agência Lusa.

A peça coreográfica, que já teve uma primeira versão no Verão de 2019, então apresentada em Évora, fruto de uma coprodução entre a CDCE e aquela câmara municipal alentejana, foi alvo de novo trabalho de criação, mantendo agora «apenas o nome e a coreógrafa», realçou Rafael Leitão, da companhia de dança.

O público pode «observar o espectáculo em três frentes», indicou a CDCE, referindo que a criação, «além da dança, inclui um trabalho de exploração verbal e sonoro do texto de José Saramago».

A estreia de Ensaio sobre a Cegueira no ROOF Dance Festival, em Marvila, Lisboa, está agendada para as 21h30 de sábado, seguindo-se uma apresentação, no dia 25 deste mês, à mesma hora, em Oeiras, no Auditório Municipal Eunice Muñoz. A coreografia «regressa a casa», a 3 de Outubro, para ser apresentada no Festival Internacional de Dança Contemporânea (FIDANC) em Évora.


Com agência Lusa

Tópico