|Música de Intervenção

Avintes celebra Adriano

A Escola Básica Adriano Correia de Oliveira e o Centro Artístico Cultural e Desportivo Adriano Correia de Oliveira vão comemorar os 77 anos do nascimento do cantor - 9 de Abril de 1942.

Adriano Correia de Oliveira
Adriano Correia de OliveiraCréditos / O Castendo

Para assinalar a efeméride, promovem no próximo dia 5 de Abril um conjunto de iniciativas nas instalações da Escola, em Avintes, nomeadamente uma exposição sobre a Vida e Obra de Adriano e um espectáculo interpretado pelos alunos, com a participação de professores e elementos do movimento associativo avintense.

Adriano Correia de Oliveira foi um dos autores mais marcantes da música de intervenção portuguesa e da canção de Coimbra, uma voz única que, ao longo dos seus quarenta anos de vida, se distinguiu pela enorme coragem com que interpretou palavras de luta e resistência contra a ditadura fascista e acompanhou as muitas conquistas de Abril no período revolucionário.

Militante comunista desde os anos 60, Adriano cantou poemas de Manuel Alegre, Urbano Tavares Rodrigues, Borges Coelho, José Afonso, Fernando Assis Pacheco, Matilde Rosa Araújo, António Gedeão e Manuel da Fonseca, entre muitos outros, deixando-nos um vasto número de canções das quais sublinhamos, Cantar da Emigração, Trova do Vento que Passa, Senhor Morgado, Tejo que Levas as Águas, Morte que Mataste Lira e Lágrima de Preta.

Tópico