Opinião

António Santos

Um sapo chamado Pepe

A poucas semanas de umas eleições que todos os pânditas, gurus, e demais comentadores da pluralíssima comunicação social asseguravam, a uma só e monolítica voz, estarem já no papo de Clinton, o «deplorável» Trump divulgou no Twitter uma peça de propaganda surpreendente.

José Goulão

Um presidente de laboratório

A tarefa será entregue a Emmanuel Macron, o candidato anti-sistema apresentado pelo próprio sistema, o eleito de Hollande, Valls, Juppé, Juncker, Merkel, Schulz, Sarkozy, Fabius, Fillon, Strauss-Khan, Lagarde, Schauble, Hillary Clinton, Obama, da NATO, da União Europeia, de Israel.

Tiago Santos

Loucos por Ella!

Ontem assinalou-se o centenário do nascimento daquela que se transformou numa das vozes mais amadas do jazz, uma das maiores estrelas da música e do século XX, a «Primeira Dama da Canção», Ella Fitzgerald.

Editorial

O precedente imoral de Guernika

Cumprem-se esta tarde oitenta anos do bombardeamento da cidade basca de Guernica (Guernika, em euskera), símbolo maior da destruição da Guerra Civil de Espanha.

Manuel Augusto Araújo

Guernica: onde a política marca encontro com a arte

Guernica era um sinal de aviso que Hitler enviava ao mundo e devia ser um sinal de alarme para esse mesmo mundo. É nessas circunstâncias que Picasso pinta «Guernica» sem baixar o volume das sirenes que acciona, nem fissurar as emoções que grita bem alto. Tudo isso é memória para quem hoje olha para «Guernica», memória que o mural não deixa apagar.

Carlos Machado dos Santos

Presos políticos, há 43 anos!

Sim, há 43 anos, a libertação incondicional dos presos políticos não foi tão pacífica como isso! Para melhor entendimento desta afirmação, teremos de remontar à origem do Movimento dos Capitães, surgido cerca de um ano antes, motivado por uma reivindicação de carácter corporativo, como resposta a um despacho da hierarquia do Exército e na qual convergiram oficiais dos quadros permanentes desse ramo com distintos interesses, ideologias e matizes.

Almeida Moura

Abril: Ontem, Hoje, Sempre

Quarenta e três anos depois, comemorar o 25 de Abril é, também, relembrar estes factos vividos. Mas é, tem de ser, sobretudo, reafirmarmos que a posição que assumimos se sustentou em valores que reconhecíamos, e reconhecemos, como nossos, que nos foram, e são, imprescindíveis para nos construirmos como militares, como cidadãos, como seres humanos.

Jorge Seabra

Sombras da guerra e da censura em Abril

Nos tempos em que o nosso país reconquistava a liberdade na alegria colectiva da revolução de Abril e do tão injuriado PREC, tivemos junto à nossa costa a sombra ameaçadora da esquadra da NATO em exercícios de desembarque de «azuis» contra «vermelhos».

Longas carreiras contributivas: o que prevê a proposta do Governo?

O Governo propõe um novo regime de reformas antecipadas, que, tal como veremos a seguir, corrige em parte as injustiças cometidas por anteriores governos, em particular o do PSD e do CDS-PP. No entanto, está ainda longe daquilo que é socialmente justo e necessário, e que está também consagrado no ordenamento jurídico de outros países: maior valorização das longas carreiras contributivas.

60 ANOS DO TRATADO DE ROMA

Um passado sem futuro

Nesta semana esperam-nos entorses e mistificações da História das últimas seis décadas no continente europeu, em resposta a mais uma crise do projecto de integração capitalista.

Opinião

O mito da «Europa»

Na Europa contemporânea, o ideal pan‑europeu afirma‑se entre as duas guerras mundiais do século XX, período durante o qual surgiram propostas várias no sentido da organização de cartéis e da celebração de acordos com vista a uma gestão conjunta dos sectores do carvão e do aço.

António Avelãs Nunes

Opinião

Celebrar a abdicação da democracia?

Para lá das rematadas ilusões sobre a sua eventual reforma progressista, a UE emerge como a mais completa materialização do projecto neoliberal à escala de um continente: reduzir tanto quanto possível o impacto da democracia política na economia capitalista

João Rodrigues

Opinião

A reserva de soberania e o futuro de Portugal

A União Europeia não é um mero prosseguimento da CEE sob outro nome. A União é algo de novo, e o seu estabelecimento, em 1992, com a ratificação do tratado de Maastricht, representou um corte em relação ao que tinha sido até aí a evolução da integração europeia ocidental pós-II Guerra Mundial.

João Ferreira do Amaral

Opinião

NATO e União Europeia: a óbvia e velha geminação

Durante toda a segunda metade do século passado, a partir do Tratado de Roma de 1957, a Comunidade Económica Europeia sempre foi olhada como um «pilar europeu» da NATO, submetendo a política de defesa dos Estados membros às normas, práticas e estratégias da aliança militar transatlântica.

José Goulão

Imagem do Dia

Um estudante da escola Aal Okab observa as ruínas de uma das suas antigas salas de aula, que foi destruída durante o conflito em Junho de 2015. Os estudantes agora frequentam lições nas tendas da Unicef . 27 de Abril de 2017, Saada, Iémen. Créditos / UN-OCHA / Getty Images

Frase do dia

“Acho que o Dr. Passos Coelho é um herói nacional”

Nuno Crato, DN

29 de Abril de 2017

Número do Dia

38 500 000€

Maiores bancos cobram mais 38,5 milhões de euros em comissões

Novo Banco

Entrega a fundo abutre vai a votos na AR

A contestação à venda do Novo Banco vai ao plenário da Assembleia da República. O BE agendou um debate e o PCP vai apresentar um projecto de resolução para travar o negócio e exigir o controlo público.

Governo resignado a entrega a custo zero

O primeiro-ministro revelou os contornos da venda do Novo Banco ao fundo abutre Lone Star. Governo cede a exigências de Bruxelas, que procurou travar controlo público do banco.

Trabalho

STAL apresenta propostas para o combate à precariedade

O STAL exige alterações ao projecto de regularização extraordinária dos vínculos precários apresentado pelo Governo. Exige que a Administração Local não seja secundarizada no processo e a abertura obrigatória de concursos para os trabalhadores com vínculo precário.

Presidente da CML continua sem receber trabalhadores

Os trabalhadores da CarrisTur e da CarrisBus continuam a não ser ouvidos pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, depois de vários pedidos de reunião. As estruturas sindicais pretendem discutir a integração da CarrisBus na Carris e o pagamento das actualizações salariais na CarrisTur.

«Forte adesão» na greve da Transtejo

A greve parcial dos trabalhadores do grupo Transtejo está a «ter uma forte adesão» e a afectar hoje de manhã as ligações fluviais entre a margem sul e Lisboa, afirma fonte da Fectrans.

Trabalhadores da Parmalat em greve

Está a ser elevada a adesão à greve na unidade da Parmalat em Palmela. Os trabalhadores estão a parar quatro horas no início de cada turno, desde ontem e até 27 de Abril. Exigem «aumentos salariais justos».

Nacional

PS chumba comissão para avaliar dívida

O PS foi o único partido a votar contra a criação de uma comissão eventual para avaliar o endivimento público e externo do País, com o PSD e o CDS-PP a absterem-se.

«Não se pode adiar a esperança»

O descongelamento de salários e carreiras, a reversão do «enorme aumento de impostos», o investimento nos serviços públicos e a regionalização foram algumas das reivindicações manifestadas no debate quinzenal desta tarde. Para Jerónimo de Sousa «não se pode adiar a esperança». 

Milhares nas ruas a comemorar Abril

Tal como no 25 de Abril de 1974, o povo saiu à rua para afirmar a Revolução e os seus valores. A manifestação em Lisboa mais uma vez contou com milhares de pessoas que encheram a Avenida da Liberdade de cravos.

Local

Ainda há casas em Almancil sem água e saneamento

A população da freguesia de Almancil, no Algarve, reclama a cobertura da rede pública de abastecimento de água e saneamento básico. No total são mais de 200 os fogos sem acesso a estas necessidades básicas. 

INEM quer dar ambulância de Espinho

Serviu de moeda de troca pelo encerramento do serviço de Urgência no Hospital de Espinho, em 2007, mas agora o INEM ameaça dá-la aos bombeiros. Em luta pela reabertura da urgência, a população do concelho não abre mão da ambulância. 

São Pedro da Cova: da realidade à ficção

«Do Carvão aos Resíduos. Regresso a São Pedro da Cova» é um filme de Rui Simões que estreia esta sexta-feira, às 21h30, na Junta de Freguesia de São Pedro da Cova, concelho de Gondomar.

Secundária de Pinhal Novo exige mais funcionários

Mais de mil alunos e encarregados de educação vestiram-se de preto e concentraram-se esta manhã junto ao portão de entrada da Escola Secundária de Pinhal Novo, em Palmela, para exigir mais assistentes operacionais e técnicos administrativos.

Internacional

Venezuela corta com a OEA para defender soberania

A Venezuela disse «basta» às ingerências e anunciou o abandono da Organização de Estados Americanos (OEA), após o agendamento de uma reunião sobre a situação do país sem consulta às autoridades venezuelanas.

Desilusão dos franceses vai às urnas

A primeira volta das eleições presidenciais francesas, que decorre este domingo, revela uma profunda desilusão com os partidos que se alternaram no poder durante a 5.ª República.

Dossiers

Cultura

Opinião

Guernica: onde a política marca encontro com a arte

Guernica era um sinal de aviso que Hitler enviava ao mundo e devia ser um sinal de alarme para esse mesmo mundo. É nessas circunstâncias que Picasso pinta «Guernica» sem baixar o volume das sirenes que acciona, nem fissurar as emoções que grita bem alto. Tudo isso é memória para quem hoje olha para «Guernica», memória que o mural não deixa apagar.

Manuel Augusto Araújo

Opinião

Pós-laboral #10

Porque o cheiro do fascismo é pior do que todos os cheiros, é preciso continuar a comemorar, celebrar, relembrar, explicar, ensinar, mostrar, demonstrar o que foi o 25 de Abril e para que serviu.

André Albuquerque

«Migrantes» em Almada

Estreia amanhã no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, a peça «Migrantes», do dramaturgo romeno Matéi Visniec. Uma «provocação consciente e propositada», afirma o encenador e director da Companhia de Teatro de Almada (CTA).

Óscar Lopes, homem «integral»

O centenário do nascimento de Óscar Lopes, combatente antifascista e um dos grandes historiadores da literatura portuguesa, motivou uma exposição que se inaugura esta quinta-feira, no Clube dos Fenianos Portuenses, na Invicta.

Opinião

Para toda a gente, tudo #10

Em Maio do ano passado, Aquarius, o candidato brasileiro à Palma de Ouro, foi falado primeiro que tudo porque na sua estreia em Cannes foi precedido por um tranquilo protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff.

Joana Manuel

Opinião