Populares aproveitaram visita de Marcelo ao Barreiro na véspera de Natal

Santo André quer voltar a ser freguesia – 2 mil assinaturas entregues a Marcelo

A população da vila de Santo André voltou a exigir a reposição da sua freguesia. Desta vez foi junto do Presidente da República, que participava na tradicional «Ginjinha de Natal», no Barreiro.

Faixa empunhada pela população de Santo André durante a visita de Marcelo Rebelo de Sousa ao Barreiro, na véspera de Natal
Faixa empunhada pela população de Santo André durante a visita de Marcelo Rebelo de Sousa ao Barreiro, na véspera de NatalCréditos

Uma dezena de pessoas, organizadas pelo Movimento pela Reposição da Freguesia de Santo André, entregaram uma cópia das cerca de 2000 assinaturas em defesa da reposição daquela freguesia ao Presidente da República, no passado dia 24, durante a deslocação de Marcelo Rebelo de Sousa à tradicional «Ginjinha de Natal», no Barreiro.

Os populares empunharam uma faixa onde se lia «Sr. Presidente, devolvam-nos a nossa freguesia». Criada a 25 de Outubro de 1973, a freguesia de Santo André passou a vila em 1995 e foi extinta em 2013, contra a vontade da população, no âmbito da reforma administrativa do governo do PSD e do CDS-PP, conhecida por «Lei Relvas», e que provocou o desaparecimento de 1167 freguesias.

Na última semana, foram rejeitadas as iniciativas legislativas do PCP e do BE, que propunham a reposição das freguesias extintas, com os votos contra do PS, do PSD e do CDS-PP. Na última reunião plenária do ano, foi ainda aprovado um projecto de resolução, de iniciativa do PS, onde se defende que «a reorganização territorial das freguesias deverá ser devidamente reavaliada na sequência do acto eleitoral de 2017».