|teatro

Estreia de «Bodas de Sangue» reabre Teatro do Bairro

O Teatro do Bairro, em Lisboa, estreia, a 20 de Abril, Bodas de Sangue, o espectáculo que encerra a «Trilogia Dramática da Terra Espanhola», de Federico García Lorca.

Federico García Lorca foi assassinado em Agosto de 1936 pelas forças fascistas franquistas  Créditos / revistaprosaversoearte.com

Bodas de Sangue é uma produção conjunta com o Teatro Municipal S. Luiz, e vai estar em cena durante duas semanas, no palco do Teatro do Bairro, onde, em Maio, voltarão a subir à cena as duas outras montagens da trilogia, que a antecedem: Yerma e A Destruição de Sodoma.

Este ciclo de espectáculos constituído pelas tragédias mediterrânicas do poeta e dramaturgo andaluz, que António Pires encenou como se de uma obra única se tratasse, marcará a reabertura ao público do Teatro do Bairro, após o segundo confinamento.

Yerma e A destruição de Sodoma foram estreadas em Janeiro. Bodas de Sangue pode ser vista até 30 de Abril, com sessões de segunda a sexta-feira, às 19h.

A primeira parte da «Trilogia Dramática da Terra Espanhola», que teve estreia prevista para Março de 2020, aconteceu exactamente na véspera do novo confinamento, no passado mês de Janeiro, tendo os espectáculos sido depois transmitidos em streaming.

Yerma e A Destruição de Sodoma estrearam-se no Teatro do Bairro e na Galeria Graça Brandão, abrindo um percurso a que se sucedeu a apresentação, em Fevereiro, das Bodas de Sangue, no Teatro S. Luiz, também online, em streaming.


Com agência Lusa

Tópico