|incêndios florestais

Rede de emergência regista segunda falha em incêndios num mês

SIRESP volta a falhar em fogo de Alijó

Mais de 400 bombeiros estão a combater um incêndio em Alijó (Vila Real), que se iniciou na madrugada de domingo. A Protecção Civil já confirmou novas falhas na rede SIRESP.

http://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/carrinha-siresp.jpg?itok=JLpuggdg
Estação móvel da rede SIRESP
Estação móvel da rede SIRESPCréditos / MAI

O fogo teve início na madrugada de domingo em Vila Chã, concelho de Alijó, distrito de Vila Real, de acordo com informação oficial. Segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), estão 420 bombeiros no terreno, apoiados por 132 viaturas e 6 meios aéreos.

Ao final do dia de ontem, a adjunta nacional da ANPC revelou que se registaram «falhas pontuais» na rede de comunicações de emergência SIRESP, tendo sido mobilizada uma estação móvel de comunicações.

Patrícia Gaspar disse à Lusa que «as comunicações durante estas falhas foram asseguradas através da Rede Operacional dos Bombeiros (ROB)», um procedimento previsto.

«Quando se estabelece um plano de comunicações num teatro de operações, nunca é feito com exclusividade à rede SIRESP», integrando-se também a ROB, esclareceu.

A estação móvel, que estava estacionada de prevenção no Porto, foi enviada para o combate ao incêndio de Alijó cerca das 18h, disse Patrícia Gaspar ao início da noite de ontem.

A rede SIRESP é operada pela PT/MEO, que é simultaneamente accionista do consórcio responsável pela parceria público-privado. A operadora de telecomunicações foi comprada, em 2015, pelo grupo francês Altice, que agora pretende adquirir um dos principais grupos de media, que integra a TVI, a Rádio Comercial e a produtora de conteúdos audivisuais Plural.

A empresa já detém o controlo sobre a rede de comunicações de emergência (SIRESP), a concessão da televisão digital terrestre (TDT) e uma das maiores operadoras de comunicações por cabo e de telemóvel (a MEO).


Com Agência Lusa

Tópico

0 Comentários

no artigo "SIRESP volta a falhar em fogo de Alijó