|

Casa de Trump revistada pelo FBI

O antigo ocupante da Casa Branca está a ser investigado em dezenas de processos e é suspeito de destruir documentos comprometedores da sua presidência.

Elementos da polícia e do FBI à porta da casa de Donald Trump, durante as buscas judiciais. 
Elementos da polícia e do FBI à porta da casa de Donald Trump, durante as buscas judiciais. CréditosJIM RASSOL / EPA

O antigo ocupante da Casa Branca está a ser investigado em dezenas de processos e é suspeito de destruir documentos comprometedores da sua presidência.

Tópico

|

Como Draghi e os últimos 30 anos abriram caminho à extrema-direita

A queda do «Super Mario» provocou pânico em Bruxelas e a indignação dos meios de comunicação social. A vitória da extrema-direita é quase uma certeza.

A política neoliberal de Draghi foi a auto-estrada para a extrema direita. 
A política neoliberal de Draghi foi a auto-estrada para a extrema direita. CréditosDR / EFE

A queda do «Super Mario» provocou pânico em Bruxelas e a indignação dos meios de comunicação social. A vitória da extrema-direita é quase uma certeza.

Tópico

|

«Lutar até ao fim» para garantir que os CTT ficam na freguesia

Utentes dos correios do Monte de Caparica, em Almada, estiveram esta segunda-feira de novo concentrados contra o anunciado encerramento do posto, que prejudicará as populações.

Populares em luta junto da estação dos CTT do Monte da Caparica contra o seu encerramento. Almada, 21 de Outubro de 2019
Populares em luta junto da estação dos CTT do Monte da Caparica contra o seu encerramento. Almada, 21 de Outubro de 2019CréditosMIGUEL A. LOPES / Agência LUSA

Utentes dos correios do Monte de Caparica, em Almada, estiveram esta segunda-feira de novo concentrados contra o anunciado encerramento do posto, que prejudicará as populações.

Tópico

|

Como suicidar a esquerda

Se a esquerda já não existe em Itália, é basicamente porque decidiu não existir mais.

Líder comunista italiano Enrico Berlinguer a discursar na festa do jornal do PCI.
Líder comunista italiano Enrico Berlinguer a discursar na festa do jornal do PCI.Créditos Luigi Ghirri / DR

Se a esquerda já não existe em Itália, é basicamente porque decidiu não existir mais.

Tópico

|

Uber escondido com ministro de fora: a conspiração para baixar salários

Mais de 124 mil papeis secretos revelam que os governos foram cúmplices nas ilegalidades da Uber. Enquanto fingiam aprovar as novas tecnologias queriam destruir direitos laborais e baixar os salários de todos os trabalhadores.

Taxistas impedem um veículo conduzido por um motorista da Uber de seguir o seu caminho durante o protesto promovido pela Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e pela Federação Portuguesa do Táxi. Estes protestos foram aproveitados pela Uber para mudar o sentimento da opinião pública.
Taxistas impedem um veículo conduzido por um motorista da Uber de seguir o seu caminho durante o protesto promovido pela Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e pela Federação Portuguesa do Táxi. Estes protestos foram aproveitados pela Uber para mudar o sentimento da opinião pública.CréditosMiguel A. Lopes / Lusa

Mais de 124 mil papeis secretos revelam que os governos foram cúmplices nas ilegalidades da Uber. Enquanto fingiam aprovar as novas tecnologias queriam destruir direitos laborais e baixar os salários de todos os trabalhadores.

Tópico

Opinião

Miguel Viegas

Mais

Professor de Economia na Universidade de Aveiro

Últimas

|

Macron perde maioria

Os apoiantes do presidente perdem 65 deputados. As sondagens à boca das urnas dão uma subida à esquerda e à extrema-direita.

O presidente Macron não consegue repetir a maioria dos votos que conseguiu há poucos meses. 
O presidente Macron não consegue repetir a maioria dos votos que conseguiu há poucos meses. CréditosDR / DR

Os apoiantes do presidente perdem 65 deputados. As sondagens à boca das urnas dão uma subida à esquerda e à extrema-direita.

Tópico

|

«As suas desilusões e derrotas não a levaram nem à capitulação nem ao cinismo»

A escritora alemã Anne Webber, em entrevista ao AbrilAbril, fala da epopeia de uma mulher que acreditou até à morte ser possível construir um mundo melhor.

A escritora e tradutora Anne Weber. 
A escritora e tradutora Anne Weber. CréditosThorsten Greve / Leya

A escritora alemã Anne Webber, em entrevista ao AbrilAbril, fala da epopeia de uma mulher que acreditou até à morte ser possível construir um mundo melhor.

Tópico

Opinião

Tiago Mota Saraiva

Mais

Arquitecto

Últimas

Opinião

Maria Lis

Mais

Brinconauta

Últimas

Páginas

Subscreva AbrilAbril RSS