|Açores

Trabalhadores da Cofaco lutam pelos postos de trabalho

Trabalhadores da fábrica da Cofaco, na ilha do Pico, nos Açores, concentraram-se esta sexta-feira à porta da empresa exigindo respostas da administração da conserveira e do Governo Regional sobre o futuro da unidade fabril.

http://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/cofaco.jpg?itok=0gkBfWqb
Os trabalhadores da fábrica da Cofaco, na ilha do Pico, concentraram-se esta sexta-feira
Os trabalhadores da fábrica da Cofaco, na ilha do Pico, concentraram-se esta sexta-feiraCréditos / Uniãos dos Sindicatos da Horta

A laborar no concelho da Madalena, a conserveira foi palco de uma concentração de trabalhadores que exigiram a clarificação do futuro da fábrica, uma acção promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores de Alimentação, Bebidas e Similares, Comércio, Escritórios e Serviços dos Açores e pela União dos Sindicatos da Horta, afectos à CGTP-IN.

«Fala-se que vai ser construída uma fábrica. Fala-se que vai ser reabilitada. Fala-se muito, mas do ponto de vista prático não se passa nada e a situação arrasta-se há muito tempo», declarou à imprensa Vítor Silva, dirigente do sindicato, acrescentando que os trabalhadores vivem «um momento de incerteza e preocupação» devido «à falta de respostas da administração da Cofaco e do próprio Governo Regional».

O dirigente sindical informou que a empresa emprega mais de 200 trabalhadores, a maioria mulheres, e sublinha o papel que tem na economia da ilha, resultando também num «número muito significativo de empregos indirectos».

«Há uma preocupação geral dos trabalhadores, mas também da sociedade picoense e isto ficou bem demonstrado com a presença da população, quer do Pico, mas até muita gente do Faial tendo em conta o que se passou com a fábrica daquela ilha, e as consequências que ainda hoje advêm do encerramento daquela empresa», apontou Vítor Silva.

A concentração contou com cerca de 150 pessoas e, caso não cheguem repostas, as estruturas sindicais colocam a hipótese de serem dinamizadas mais acções de protesto.

Tópico

0 Comentários

no artigo "Trabalhadores da Cofaco lutam pelos postos de trabalho