Casos de sarampo motivam pedido de deputados

Director-geral de Saúde chamado ao Parlamento

Os deputados comunistas querem que Francisco George seja ouvido pela Comissão de Saúde da Assembleia da República sobre os casos de sarampo registados recentemente em Portugal.

http://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/imgonline-com-ua-resize-7zlbllimpm5h.jpg?itok=S4Srnq8K
O requerimento para a audição de Francisco George, director-geral de Saúde desde 2005, deu entrada esta terça-feira, no Parlamento
O requerimento para a audição de Francisco George, director-geral de Saúde desde 2005, deu entrada esta terça-feira, no ParlamentoCréditosFernando Veludo / Agência LUSA

O pedido de audição foi dirigido esta terça-feira ao presidente da Comissão de Saúde, Matos Correia (PSD), pela deputada Carla Cruz. Os deputados do PCP entendem que «a Assembleia da República não pode alhear-se desta problemática».

De acordo com a última informação prestada pela Direcção-Geral de Saúde, há 21 casos de sarampo confirmados e 5 em análise desde Janeiro. Uma das doentes está «estável mas numa condição muito difícil», afirmou ontem o director-geral de Saúde, Francisco George.

A vacinação é a principal medida de prevenção e integra o Plano Nacional de Vacinação (PNV), sendo gratuita e acessível a todos os que estejam em território nacional. De acordo com o PNV, a vacina contra o sarampo deve ser administrada aos 12 meses, no entanto pode ser antecipada – uma medida que está a ser ponderada face ao número de casos que têm surgido.

0 Comentários

no artigo "Director-geral de Saúde chamado ao Parlamento