Hoje é Dia Internacional do Livro Infantil

«Vamos crescer com o livro»

«A leitura não serve apenas para desenvolver sentimentos e personalidades, ela é, acima de tudo, um prazer», afirma o escritor russo Sergey Makhotin na mensagem oficial do Dia Internacional do Livro Infantil, que hoje se celebra.

http://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/dialivroinfantil.jpg?itok=MDwYkEn7
Pormenor da ilustração que em Portugal assinala o Dia Internacional do Livro, assinada por João Fazenda
Pormenor da ilustração que em Portugal assinala o Dia Internacional do Livro, assinada por João Fazenda Créditos

Este ano cumprem-se 50 anos da celebração do Dia Internacional do Livro Infantil, uma iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY) para a promoção do livro e da leitura, que coincide com o dia de aniversário do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, patrono deste dia.

Todos os anos há uma mensagem associada a este dia, assinada por escritores diferentes e a deste ano é do russo Sergey Makhotin sobre a importância de crescer com a leitura e com o objeto livro.

«Quando há rapazes e raparigas que dizem 'Não gosto de ler!', isso faz-me rir. Não acredito neles. Comem gelados, jogam jogos e veem filmes interessantes. Dito de outro modo, gostam de se divertir! É que a leitura não serve apenas para desenvolver sentimentos e personalidades, ela é, acima de tudo, um prazer», sublinha o autor.

Na mensagem, intitulada «Vamos crescer com o livro», o escritor russo escreve na primeira pessoa, recordando como se foi apropriando dos livros para brincar – «usava muitas vezes um livro ilustrado a fazer de telhado» –, ou como lhe serviram de amparo.

A mensagem do Dia Internacional do Livro Infantil é acompanhada sempre de uma ilustração e o IBBY escolheu este ano o ilustrador Mikhail Fedorov. Em Portugal, o cartaz alusivo à data é assinado pelo ilustrador João Fazenda, distinguido em 2016 com o Prémio Nacional de Ilustração.

O dinamarquês Hans Christian Andersen é considerado um dos mais importantes escritores de livros para a infância e juventude, com adaptações de histórias da tradição oral e criação de textos inéditos que incorporam temas universais e intemporais.


Com Agência Lusa

0 Comentários

no artigo "«Vamos crescer com o livro»