|Palestina

Mostra de Cinema Palestino em Almada

A partir de hoje e até ao próximo dia 8 de Março, decorrem em Almada os «Dias da Palestina», iniciativa que integra, entre outras, uma mostra de cinema do realizador Michel Khleifi.

http://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/palestina_res.jpg?itok=y9qlYd9K
No dia 8, o programa é dedicado às mulheres
No dia 8, o programa é dedicado às mulheresCréditosMohammed Saber/EPA / Agência Lusa

Promovidos pela Câmara de Almada e pelo Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente (MPPM), estes «Dias da Palestina» vão passar pelo Fórum Municipal Romeu Correia, na Praça da Liberdade, em Almada. 

O programa arranca hoje, pelas 17h30, com a inauguração da exposição «Herança Cultural Palestiniana; História e Luta», preenchida com fotografias da vida em Jerusalém no início do séc. XX, uma mostra de artesanato local e trajes tradicionais da Palestina.

Nos dias 3 e 4 de Março será exibida no Auditório Fernando Lopes Graça a mostra de filmes do palestiniano Michel Khleifi, subordinada ao tema «Realidade e Memória». A entrada é livre e no final de cada sessão o realizador conversa com os espectadores sobre cada um dos trabalhos apresentados. 

Amanhã, a sessão é dupla. Ma’loul, documentário realizado em 1985, será exibido pelas 21h. Ma'loul é uma aldeia da Galileia destruída em 1948 pelo Exército israelita e onde os antigos habitantes são autorizados a regressar uma vez por ano para um piquenique nas ruínas.

Casamentos proibidos na Terra Santa, realizado em 1995, é o documentário que se segue. Nove casais mistos, inter-religiosos e inter-étnicos, contam as suas estórias de vida. Um xeique, um rabino e um padre comentam.

No sábado, 4, pelas 16h, exibe-se o multipremiado Casamento na Galileia. Conta-se na sinopse que o «chefe de uma aldeia árabe palestina pede ao governador militar israelita que levante o recolher obrigatório para poder casar o seu filho. O governador acede desde que ele e os seus soldados sejam convidados para a boda».

Vencedor da Concha de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Donostia/San Sebastián e do Prémio Fipresci (Federação Internacional da Imprensa Cinematográfica), entre outros, Casamento na Galileia é uma estreia em Portugal.

No dia 8 de Março, e porque se assinala o Dia Internacional da Mulher, serão realizadas as conferências «O Corpo das Mulheres Palestinianas entre duas Resistências» e «Direitos Abstractos e Conflitos Concretos», a partir das 21h.

Tópico

0 Comentários

no artigo "Mostra de Cinema Palestino em Almada