|CGTP-IN

Sobre as próximas eleições autárquicas

CGTP-IN: votar em quem tem dado provas de honestidade

A central sindical defende que as eleições autárquicas de 1 de Outubro constituem «uma oportunidade» para a participação dos trabalhadores através do voto naqueles que «têm dado provas de honestidade e se apresentam com um programa claro ao serviço das populações e na defesa intransigente do poder local democrático».

http://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/adm_local21_abril.jpg?itok=PjioCcOG
Concentração e manifestação nacional de trabalhadores da Administração Local, 21 de Abril
Concentração e manifestação nacional de trabalhadores da Administração Local, 21 de AbrilCréditosAntónio Pedro Santos / Agência LUSA

Foi divulgada esta segunda-feira pela CGTP-IN a resolução sobre as eleições autárquicas saída da reunião do Conselho Nacional realizada a semana passada. A central sindical «valoriza o trabalho dos que fazem das autarquias baluartes dos valores de Abril e se empenham em responder aos problemas concretos das pessoas», acrescentando que no dia 1 de Outubro «é preciso levar a luta ao voto, apoiando os que gerem e propõem gerir os seus concelhos e freguesias com competência, transparência, participação e dedicação à causa pública».

A resolução refere ainda a importância do apoio aos que «defendem a regionalização, conforme consagrada na Constituição – um instrumento para combater as assimetrias regionais e promover a coesão social e territorial –, rejeitando a chamada municipalização, a falsa descentralização e lógicas predadoras e privatizadoras do interesse público».

A CGTP-IN defende que este é o momento certo para assegurar compromissos políticos «que visem um efectivo processo de descentralização, que passa, nomeadamente, pela reposição das freguesias, a defesa do carácter universal e a elevação da qualidade dos serviços prestados à população, a reversão das portagens nas antigas SCUT, o retorno ao controlo público dos serviços privatizados e a valorização dos trabalhadores das autarquias, regularizando a situação de todos os trabalhadores com vínculos precários nas autarquias, nomeadamente os CEI (Contrato Emprego-Inserção)».

A resolução termina afirmando que a Intersindical «exorta todos os trabalhadores e a população, em geral, a exercer o seu direito de voto, e a dar mais força aos que, nas autarquias, defendem e propõem defender a autonomia do poder local democrático, a melhoria dos serviços públicos, os direitos de quem trabalha e a valorização do trabalho e dos trabalhadores, como elemento central para a edificação de uma política de esquerda e soberana».

Tópico

0 Comentários

no artigo "CGTP-IN: votar em quem tem dado provas de honestidade