|Ensino Superior

Dos que iniciaram o curso em 2014/2015

Milhares de estudantes abandonaram o Ensino Superior

Segundo dados disponíveis no portal Infocursos e divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), 5640 estudantes que se matricularam no primeiro ano e pela primeira vez no ano lectivo de 2014/2015, abandonaram o Ensino Superior.

http://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/dsc_0306.jpg?itok=vdqUHTfs
Estudantes do Ensino Superior têm reivindicado mais condições de acesso e frequência, nomeadamente o fim das propinas e o reforço da Acção Social Escolar
Estudantes do Ensino Superior têm reivindicado mais condições de acesso e frequência, nomeadamente o fim das propinas e o reforço da Acção Social EscolarCréditosElsa Severino

Este dado abrange licenciaturas e mestrados integrados em universidades e institutos politécnicos públicos e privados, e corresponde a 8,6% dos 65 510 matriculados, tendo em conta «a situação em que se encontravam um ano após a matrícula», avançou o Diário de Notícias.

Os dados apresentados apontam para uma maior taxa de abandono entre os estudantes de licenciatura em instituições de ensino privadas, situando-se nos 13%, com um total de 1458 a abandonarem os seus cursos. Nas instituições públicas a taxa de abandono é de 8,7% (correspondente a 3885 alunos).

No que diz respeito aos mestrados integrados, os dados indicam que no ensino superior público a taxa de abandono é de 2,5% e nas instituições privadas aproxima-se mais daquela que é registada nas licenciaturas, tendo um valor de 8%.

Segundo o MCTES, tendo por base a informação do Portal Infocursos, o abandono no ensino superior tem vindo a cair nos últimos três anos considerados na análise.

No exemplo das licenciaturas do ensino superior público, a taxa de abandono em 2015/2016 era de 8,7%, enquanto havia uma taxa de 9,8% em 2014/2015 e uma taxa de 10,3% em 2013/2014.

Quanto à taxa de desemprego entre recém diplomados, em 2016 havia uma percentagem de 7,2% de recém-diplomados pelo ensino superior público (entre os anos letivos de 2011/2012 e 2014/2105) inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) como desempregados. Em Dezembro de 2015, a taxa de diplomados nos quatro anos letivos anteriores e inscritos no IEFP era de 8,1% e em Dezembro de 2014 era de 8,6%.

Tópico

0 Comentários

no artigo "Milhares de estudantes abandonaram o Ensino Superior