|Novo Banco

Apesar de a proposta de venda recomendada implicar avultados prejuízos

Bruxelas não quer nacionalização do Novo Banco

Se a venda do Novo Banco não se concretizar até Agosto, de acordo com o prazo estabelecido, a Comissão Europeia aponta para a liquidação da instituição financeira. Nacionalização não entra nos cenários de Bruxelas, noticia a «Antena1».

https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/novo_banco_090415_pac_01.jpg?itok=aBcOBC2h
A Comissão Europeia continua a apontar o caminho da liquidação, caso a venda do Novo Banco não se concretize até Agosto
A Comissão Europeia continua a apontar o caminho da liquidação, caso a venda do Novo Banco não se concretize até AgostoCréditos

Tudo se deve manter de acordo com o planeado, diz a Comissão Europeia em resposta à Antena1. O prazo para entregar o Novo Banco a privados termina em Agosto e, se não acontecer até lá, o caminho é a liquidação. Apesar de manter a dureza no discurso, a resposta de Bruxelas é agora matizada: a nacionalização de um banco de transição, como o Novo Banco, «depende dos casos», afirma a Comissão à rádio pública.

A discusão pública em torno do futuro da instituição criada após a falência do Banco Espírito Santo ganhou destaque na última semana, após Sérgio Monteiro recomendar a venda ao «fundo abutre» Lone Star. Pelo que se conhece, a proposta do fundo norte-americano implica uma perda de 1750 milhões de euros, descontando a garantia pública exigida de 2,5 mil milhões aos 750 milhões oferecidos pelo banco.

Um projecto de resolução do PCP a pedir o controlo público do Novo Banco será agendado proximamente na Assembleia da República. Nos últimos dias, vários deputados e dirigentes do PS vêm manifestando posições defendendo a nacionalização do banco.

Também o Governo tem defendido que, apesar de manter a intenção de vender a instituição financeira, não quer «ficar refém de soluções». Foi isso que repetiu hoje Mário Centeno, em entrevista à Reuters, tal como tinha dito em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF na semana passada.

Artigo Relacionado: 

0 Comentários

no artigo "Bruxelas não quer nacionalização do Novo Banco